navegacao navegacao

A diretora-presidente do Instituto Elisabetha Randon, Maurien Randon Barbosa, e a coordenadora do Instituto, Jeanine Pacholski, reuniram-se, no dia 21 de março, com a presidente da Associação Riograndense de Fundações (ARF), Marisa Bozzetto e a Secretária do Trabalho e Assistência Social do estado, Regina Becker Fortunati, e sua  assessora, Denise Russo, para entrega do relatório de prestação de contas de um dos projetos do programa estadual Rede Parceria Social, do qual o IER é uma das entidades-âncoras. O encontro também serviu para definir, em conjunto, os próximos passos da parceria.

 

Elas foram recebidas pelo Secretário Executivo do Programa RS Seguro, delegado Antonio Carlos P. Padilha, que apoiou as ideias de aproximar e promover projetos intersetoriais, contando com o investimento social privado, com vistas à prevenção da violência. Os projetos sociais abrangem 18 municípios gaúchos que concentram 82% dos homicídios no RS. 

 

As entidades representadas foram também recebidas pelo diretor do departamento de fomento da Secretaria Estadual de Cultura, Rafael Balle, com o propósito de conhecer as áreas de interesse do estado em projetos culturais que recebem recursos incentivados (ICMS), sem a contrapartida por parte de quem destina. 

 

O grupo também teve encontro com o procurador estadual de Fundações, Keller Dornelles Clós, que contribuiu com ideias para o edital a ser aberto pelo Instituto Elisabetha Randon no programa Rede Parceria Social, assim como se disponibilizou a apoiar a ARF na organização de um seminário de qualificação voltado a fundações gaúchas ainda em 2019.

 

Os projetos a serem articulados por estas duas instituições, que conta também com o apoio da Fundação Ângelo Bozzetto, visa fomentar a captação de recursos junto às empresas gaúchas que acreditam em sua parcela de responsabilidade para o desenvolvimento sustentável no estado do Rio Grande do Sul.

compartilhe

Leia
Também

Hoje, dia 6 de agosto, o grande idealizador das Empresas Randon, o Sr. Raul Randon, estaria completando 91 anos de vida.
Quais são os riscos de sairmos a pé de casa para qualquer atividade? Você sabe? A princípio, nenhum risco. Porém, são os pedestres as principais vítimas do trânsito em muitos Estados do país.
O Instituto Elisabetha Randon acaba lançar o seu novo website! Acesse e confira as novidades!
O programa Florescer agradece mais um ato de solidariedade nessa jornada enfrentando a pandemia trazida pelo COVID-19.